JUNHO DE 2014

 

A CASA DE ZULEIKA abre suas portas no mês de junho para receber o artista visual Achiles Luciano para a realizar  uma residência artística com o projeto EXTENSÃO NECESSÁRIA DO DISCURSO.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

"EXTENSÃO ..." é um trabalho que nasceu da  necessidade de Achiles de compor um cenário pictórico do processo de residência artística que participou na cidade de Feldafing na Alemanha, em 2013, como integrante do coletivo +br13 - primeiro coletivo a ocupar a Vila Waldberta.

 

Achiles irá produzir 3 obras durante a residência artística na CASA DE ZULEIKA para dar continuidade ao processo de criação, iniciado em Vila Waldberta, desta vez usando como cenário a CASA.

Em julho, a partir do dia 09, estas e as demais obras de EXTENSÃO NECESSÁRIA DO DISCURSO serão expostas em Munique na Galeria Streitfeld Projektraum.

 

sobre EXTENSÃO NECESSÁRIA DO DISCURSO

A exposição 1+1 ou mais ... em 2008 foi o ponto de partida da sequência de trabalhos que venho produzindo com várias técnicas. Esta exposição foi concebida em parceria com amigos fotógrafos: Edson Luciano, Anderson Zaca, Tatiana Sacamanno e Rosana Di Condi. Nesse trabalho tive a experiência de juntar duas linguagens em um único espaço dialogando e acrescendo para o discurso poético.

No final de 2012 produzi trabalhos mixando a pintura digital, fotografia e adesivo translucidos para vidros na exposição Tag Noise no Sesc Santo Amaro em São Paulo. Potencializando o conceito do software Tagtool (o que eu uso para o grafite digital).

Trabalhei texturas nas projeções sobre diversas superfícies criando resultados inusitados e interessantes.

Nessa residência artística em Feldafing - Alemanha tive oportunidade de produzir trabalhos importantes na busca de registrar toda essa experiência. Foi crucial continuar com o laboratório mixando as técnicas que venho me apropriando, criando composições favoráveis para a mensagem poética que visualmente revela nossa vivência coletiva.

Portanto concluo que:

"A soma revela nosso potencial como seres humanos, é crucial à necessidade do compartilhamento de conhecimento e vivência no desenvolvimento intectual."

Com isso chegamos ao Manifesto Antropofágico de 1928.  

O Manifesto Antropófago (ou Manifesto Antropofágico) foi um Manifesto Literário escrito por Oswad de Andrade, principal agitador cultural do início do Modernismo Brasileiro, o qual fundamentou a Antropofagia. Lido em 1928 para seus amigos na casa de Mário de Andrade, foi publicado na Revista de Antropofagia, a qual Oswald ajudou a fundar com Raul Bopp e Antônio de Alcantra Machado.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A residência artística teve duração de 1 mês e realizou duas ações abertas ao público:

- ode à OBRA_TRÊS - residênciABERTA realizada no dia 18 de junho no meio do processo de criação, veja aqui.

- Encerramento da residência realizado no dia 29 de junho com exposição das obras produzidas.

 

 

 

 

Abaixo, vídeo gravado durante a residência.

Abaixo, fotos do encerramento da residência.

  • Instagram Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Clean
  • Flickr Clean