A Casa de Zuleika abre as portas pela segunda vez em continuidade do projeto ode à OBRA_DOIS e desta vez com uma performance que presta uma homenagem ao artista alemão Klaus Nomi no 30° aniversário de sua morte.

 

Sobre You don’t Nomi

Trata-se de uma performance que presta uma homenagem ao artista alemão Klaus Nomi no 30° aniversário de sua morte. Klaus Nomi foi a primeira celebridade conhecida a morrer de Aids em 1983 e teve sua história legada ao ostracismo devido ao grande preconceito em relação à epidemia de HIV que marcou os anos 80. Klaus Nomi com seu visual retro-futurista inspirado na década de 1920: o rosto pintado de branco em estilo Kabuki, lábios pretos, roupas extravagantes e penteados inspirado pelo cubismo transformava suas apresentações na cena underground de Nova York nos anos 70/80 em verdadeiras performances com grande preocupação estética-ideológica, tornando-se assim um dos principais precursores do movimento pós-moderno New Wave.

 

You don’t Nomi no ode à OBRA_DOIS

 

Klauss Kühn propõe experimentar aspectos de sua criação artística You don’t Nomi ocupando diferentes ambientes da CASA DE ZULEIKA com intuito de apresentar e ampliar as possibilidades da performance em construção.

 

FICHA TÉCNICA

concepção/direção/performance - Klaus Kühn

multiinstrumentista/dj/performer - Bret Frederick

performer - Sirius Amen

cantora: Edria Barbieri - Cintia Lopes

Fachada da Casa - Julio Dojcsar, Coletivo Transverso e Paulestinos

Mural quintal da Casa - Coletivo Transverso e Paulestinos

 

Formato do evento ode à OBRA_DOIS – You Don’t Nomi

 

O público é convidado a visitar a CASA DE ZULEIKA e conhecer a homenagem de Klaus Kühn para Klaus Nomi.

Serão dois dias de evento – 26 e 27 de abril - e cada dia a Casa estará aberta para visitação em diferentes horários.

 

Durante as horas de visitação:

O público é livre para deixar de assistir à performance no momento que quiser.

O público é livre para dirigir-se à outra performance ou video ou instalação

O público é livre para arejar a cabeça e ir tomar uma cerveja, petiscar alguma coisa, conversar com as pessoas, fumar um cigarro …

O público é livre para ir embora da Casa de Zuleika no momento que desejar.

 

Todo o dinheiro arrecadado (na venda de ingressos e BAR) será usado para cobrir gastos da produção do evento e para a reforma da casa.

Os artistas envolvidos abriram mão de seus cachês em prol da CASA DE ZULEIKA.

ode à OBRA_DOIS - You Don't Nomi - fotos

ode à OBRA_DOIS - You Don't Nomi - teaser

  • Instagram Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Clean
  • Flickr Clean