INTENTOS ANTIMUSA aconteceu no dia 22 de setembro de 2013 na CASA "provisória" DE ZULEIKA.

O projeto é uma idelização de Estela Lapponi/inCena 2.5 e produzido em parceria com Neca Zarvos/Núcleo Dança Aberta.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O evento teve como propósito evocar o centenário da "Sagração da Primavera" - obra que revolucionou a dança e a arte em geral - buscando inspiração em sua possibilidade de abandonar princípios delimitados de intervenção e ao mesmo tempo promover implosões dentro desses mesmos limites. É sabido, através de relatos da época, que o coreógrafo e dançarino Vaclav Nijinsky fazia seu trabalho em cima de suas próprias reações à partitura de Stravinsky, tendo a coragem de romper em diversos aspectos com os padrões do ballet clássico/romântico.

O que nos inspira para INTENTOS ANTIMUSA é também o fato de que Nijinsky oferece em sacrifício a virgem, contrariando assim o esquema romântico das peças. 

O que foi um escândalo na época hoje é referência. Contudo, ainda seguimos com muitos padrões que remontam à arte clássica e romântica.

Desde o surgimento a chamada Dança Contemporânea vem questionando os padrões corporais propostos na dança clássica, como também vem questionando as fronteiras que delimitam a sua própria forma de arte. 

Hoje a dança contemporânea se apresenta não como uma definição hermética mas sim com perguntas que se referem ao fazer e pensar da dança e que borra as fronteiras entre o teatro e as artes visuais.

Nesta forma de pensar encontramos também a performance – gênero de arte que transita de maneira ainda mais livre entre as linguagens da dança, teatro e artes visuais. O movimento da performance continua a trilha de desafiar os conceitos prévios relativos à presença cênica, de implodir o ideal em busca da verdade de cada corpo, em sua beleza particular, com todos os conflitos e negociações de sua existência sendo expostos, para convidar o público a sentir em seu próprio corpo seus questionamentos. 

A performance gera a possibilidade da fissura/espaço no modo de pensar/sentir o corpo na contemporaneidade.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

                                                                             foto: Rafael Amambahy

 

Além deste, outros fatores inspiraram a realização deste projeto:

- pela Primavera de 2013

- pela fertilidade

- pelo Dia Nacional da Luta da Pessoa com Deficiência (21 de setembro)

- pela celebração

- pelo encontro

- pelo tchá tchá tchá 

- pelo lançamento da Casa de Zuleika*

projeto de Estela Lapponi em transformar sua casa em um espaço de apresentações de performances, exibição de vídeos, exposição de artes visuais e promoção de cursos teóricos e ou práticos de artes em geral. A proposta da CASA DE ZULEIKA é que seja totalmente acessível tanto para artistas quanto público com deficiência física. A casa recebe o nome de ZULEIKA em homenagem à personagem/contêiner de Corpo Intruso.

INTENTOS ANTIMUSA foi uma prévia das coisas que irão rolar na CASA DE ZULEIKA.

 

O público pode chegar na Casa “provisória” de Zuleika a partir das 16h.

O público é livre para circular pela casa (nas áreas marcadas no programa) e assistir à performance que desejar.
O público é livre para deixar de assistir à performance no momento que quiser.
O público é livre para dirigir-se à outra performance.
O público é livre para voltar à performance que deixou no
primeiro/segundo/terceiro/quarto/quinto momento.
O público é livre para arejar e ir tomar uma cerveja, petiscar alguma coisa, conversar com as pessoas, fumar um cigarro …
O púbico é livre para assistir a um, dois, três, quatro ... vídeos.
O público é livre para ir embora da Casa “provisória” de Zuleika no momento que desejar ...
O público é livre para escolher o que assistir e quando assistir.

 

Muitos participaram  do evento por pelo menos 3h ... parece que tava bom, né?

@s ANTIMUSA estavam bem contentes!

INTENTOS ANTIMUSA tem conexão direta e reta com a investigação Corpo Intruso_Zuleika Brit.

 

INTENTOS ANTIMUSA contou com a participação de diversos artistas, a seguir fotos:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

INTENTOS ANTIMUSA contou com uma equipe de apoio incondicional:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ANTIMUSA 

(estela lapponi)

 

O dia que me botaram de musa, subi no pedestal!

no canto …

sozinha …

prostrada …

imaginada …

invisível …

idealizada …

Nunca mais ninguém me tocou

me cheirou …

me beijou … 

me sentiu … 

O dia em que fui TRANSformada em musa,

abafei  …

sufoquei  ...

emudeci …

nem mais sussurrei

muito menos cantarolar

…  la la la

O dia que me vestiram de musa

Mumifiquei!!

O dia que me pintaram de musa …

Encraquelei!!

O dia que me fizeram de musa …

EU ODIEI!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  • Instagram Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Clean
  • Flickr Clean